Campo Mourão,
 
 
2/2/2019
MARINGÁ
Maringá: cidade com catedral
inspirada em foguete



A cidade começou a surgir nos primeiros anos da década de 40 na área hoje conhecida como "Maringá Velho". A Companhia Norte do Paraná ao demarcar a região, nomeava os rios e córregos e esses é que davam nomes às futuras cidades. Um dos córregos encontrados recebeu o nome de Maringá, inspirado na canção de Joubert de Carvalho. O nome desse córrego passou ser o da cidade. Até 1951 foi distrito de Mandaguari.

Habitantes:

Maringá - 417.010
Campo Mourão - 94.212
No Paraná:
Maringá - 3º
Campo Mourão - 21º
No Brasil:
Maringá - 63º
Campo Mourão - 320º

Economia:

No Paraná:
Maringá - 54º
Campo Mourão - 82º
No Brasil:
Maringá - 548º
Campo Mourão - 723º

Salário médio do trabalhador

Paraná:
Maringá - 17º
Campo Mourão - 29º
No Brasil:
Maringá - 325º
Campo Mourão - 502º

Mortalidade infantil:

Maringá - 9.9 por 1.000
Campo Mourão - 10.8 por 1.000

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos:

Maringá - 98,4%
Campo Mourão - 98,2%

Rede de esgoto:

No Paraná:
Maringá - 21º
Campo Mourão - 43º
No Brasil:
Maringá - 806º
Campo Mourão - 1167º

Arborização:

No Paraná:
Maringá - 88º
Campo Mourão - 73º
No Brasil:
Maringá - 518º
Campo Mourão - 433º


Fatos e curiosidades de Maringá



A catedral de Maringá, foi inspirada no foguete russo Sputnik II, e desenhada pelo arquiteto José Augusto Bellucci. As obras começaram em 1958, mas o templo só foi inaugurado em 1972, quando Maringa comemorou 25 anos. A Catedral é o décimo monumento mais alto do mundo e o segundo da América do Sul. Sua altura é de 124 metros.



Em Pombal, interior da Paraíba, em uma rua com muitos ingazeiros, vivia a linda cabocla de nome Maria do Ingá. Era filha de retirantes nordestinos. Ela faleceu devido a seca, deixando o político Rui Carneiro desolado de tristeza. Rui pediu ao amigo Joubert de Carvalho, que fizesse uma música que exaltasse a mulher amada e sua terra natal. Na fusão das palavras de Maria mais Ingá, surgiu Maringá, dando origem a canção "Maringá, Maringá", que fez sucesso nos anos de 35 e 36.



O projeto da cidade de Maringá é datado de 1943 e assinado pelo urbanista paulista Jorge de Macedo Vieira. O planejamento dividiu a cidade por zonas, de acordo com a função. Na região central com o centro cívico, a Zona 1 ao comércio e à prestação de serviços, as Zonas 2, 4 e 5 residenciais, enquanto as Zonas 3, 6 e 7 áreas residenciais operárias, e assim por diante. Hoje vai até a zona 53. A cidade foi planejada para comportar até 200 mil habitantes. Hoje tem o dobro.




Maringá se destaca hoje pelo setor de comércio, ensino superior e prestação de serviços. O Shopping Catuaí é o segundo maior do interior do Paraná (atrás somente do Shopping Catuaí Londrina). O transporte coletivo é operado de forma radial, ou seja, as linhas têm como destino final o centro da cidade (Terminal Urbano). No trânsito falta sinalizar de forma mais visível os locais mais importantes da cidade. Com veículo perde-se muito tempo na área central.




Maringá é a terceira cidade brasileira com maior concentração de descendentes japoneses. Então nada mais justo que o "Parque do Japão", foto acima.




Em Maringá é possível tomar o café da manhã e almoçar no 25º quinto andar, com vista panorâmica de todos os lados da cidade.




Em Maringá é difícil não encontrar o que se procura: se quiser uma caricatura, por lá tem gente que faz na hora..



voltar