Campo Mourão,
 
 
12/3/2019
ESPECIAL CAMPO MOURÃO
Campo Mourão 004



Em 1997, foi inaugurado em Campo Mourão o Shopping Piu Bello. Mais de 100 lojas, praça de alimentação, espaços para lazer, estacionamento subterrâneo, três andares, cerca de 10 mil metros quadrados, mas faltou cinema e lojas âncoras.

O curioso é que funcionou por poucos anos, e após o fechamento, o prédio foi reformado. As instalações ganharam "glamour", foram instalados elevadores panorâmicos, ganhou salas de cinema, mas não reabriu.

Vira e mexe aparecem em sites especializados que o prédio está à venda. Já foi por 25 milhões de reais e por último 15 milhões.

Parece que o mourãoense não é chegado em shopping. Além do Piu Bello, foto acima, tivemos ainda o Shopping Mourão na Rua São Paulo e Shopping Cidade, atual Centro Empresarial Cidade, sede da Associação Comercial e Industrial. A cidade hoje não tem shopping, mas de qualquer maneira, todas as lojas que poderiam estar neles, se espalham pelas ruas e avenidas da cidade.



Campo Mourão 003



Nos anos 90, o respeitável, Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Ecômico e Social do Paraná), cometeu uma grave falha com Campo Mourão.

Não se sabe se foi por motivações políticas (governador e prefeitos eram adversários), ou erro técnico, o Ipardes, disponibilizou para um candidato a prefeito do município, um levantamento informando que Campo Mourão perderia população a cada ano e que chegaria em 2010, com apenas 50 mil habitantes.

O erro era claro, pois cresciam os números de eleitores, estudantes, empresas e veículos. Por várias vezes o Jornal da Rádio Rural (hoje Rádio T), questionou os números divulgados pelo Ipardes.

O erro de fato foi comprovado, e atualmente, o município tem cerca de 100 mil habitantes e em nenhum ano das décadas de 90 e 2000, Campo Mourão perdeu moradores. O Ipardes nunca assumiu o erro, e o então candidado que se benefíciou desses números errados na campanha, nunca corrigiu o erro.





Campo Mourão 002



Por volta de 1890, tropeiros que levavam bois para negociar no Mato Grosso, aproveitavam o local com pasto natural e cerrado nativo para o descanso.

No começo dos anos de 1900, a família do paulista José Luiz Pereira, decidir morar por alí. Aí vieram os Teodoro, Custódio, Oliveira, Mendonça, Mendes e muita gente de Guarapuava, entre eles Jorge Walter, Guilherme de Paula Xavier e Norberto Marcondes.

Até 1943, Campo Mourão pertencia a Guarapuava. Pitanga virou município, e Campo Mourão foi distrito desse último.

Em 10 de outubro de 1947, Campo Mourão se tornou município por uma lei sancionada pelo governador Moysés Lupion.

NA FOTO: A área central de Campo Mourão vai das casas de madeira dos anos 60 a 70 até os modernos edifícios.



Campo Mourão 001



Campo Mourão tem 94 mil 212 habitantes. Está na posição 21 entre os 399 municípios do Paraná. No Brasil está em 320º de 5.570. É o vigésimo nono com o melhor salário do Estado. A taxa de alfabetização de crianças entre 6 e 14 anos é de 98 por cento. É a 82ª economia do Paraná. A taxa mortalidade infantil é de 10 em cada mil. Quase 80 por cento da cidade tem rede de esgoto, figurando entre os 43 do estado com maior rede coletora.

NA FOTO: "Parece que a Catedral de Campo Mourão, nasce no meio de uma floresta". Ney Piacentini, nascido em Campo Mourão e ator em São Paulo. Entre seus trabalhos consta sua performance como advogado de Lula no filme "Lula o Filho do Brasil".




voltar