Campo Mourão,
 
 
4/4/2020
SÃO JORGE DO PATROCÍNIO
São Jorge do Patrocínio: município destaque em meio ambiente



A cidade de São Jorge do Patrocínio está localizada a 184 quilômetros de Campo Mourão. Às margens do Rio Paraná, faz divisa com o Mato Grosso do Sul. Parte do município integra o Parque Nacional de Ilha Grande. Pelo Censo do IBGE de 2010, o município tem 6.041 moradores, mas pela estimativa de 2019, a população caiu para 5.641 habitantes. Um pouco mais da metade mora na área urbana.




São Jorge do Patrocínio tem uma taxa de 97 por cento de escolarização de crianças de 6 a 14 anos. Em economia ocupa a posição 334 entre os 399 municípios do Paraná. Tem apenas 1 por cento de rede coletora de esgoto. Oitenta por cento da cidade é asfaltada. Na imagem acima, o Terminal Rodoviário ao lado do Ginásio de Esportes "Francisco Colonelli".




Chama a atenção em São Jorge do Patrocínio o estilo das placas que indicam locais. Não é uma cidade planejada, cada área "com seu jeito". As ruas e avenidas tem nomes de pioneiros ou lideranças do município.




A localidade foi loteada no final dos anos 50 pela companhia Byngton, responsável por outras cidade nas imediações. Os pioneiros foram atraídos pelo plantio de café. A primeira casa foi construída em 1960. A comunidade era chamada de São Jorge, e pertencia ao município de Xambre, mais tarde foi distrito de de Altônia até a sua emancipação em 1981 e instalado em fevereiro de 1983. Quem nasce lá é denominado de patrocinense




O Acervo Histórico, Bibliográfico e Digital Profª Laurides Assis de Lucena é um espaço que relata toda a história do município. O pequeno museu conta a vida dos pioneiros. Na biblioteca livros importantes sobre a história do Brasil e da região. Conta com laboratório de informática, e acesso à internet, para pesquisas e estudos. São Jorge do Patrocínio tem o Consórcio Intermunicipal para Conservação do Remanescente do Rio Paraná e Áreas de Influência (Coripa). São três unidades de conservação: APA Municipal, Parque Nacional de Ilha Grande e a Área de Proteção Ambiental das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná, ambas criadas em 1997.




Por toda a cidade existem canteiros floridos. É possível observar que existe um projeto paisagístico. Desde 2008 funciona um Centro de Zoonoses que atende animais abandonados, feridos ou mau tratados. Vários prédios públicos fazem captação da água da chuva para lavar veículos e máquinas. Nas escolas a água da chuva é coletada para lavar o pátio e regar hortas.




A prefeitura de São Jorge do Patrocínio comemora o aniversário do município no dia 22 de junho. No recinto da Sociedade Rural, é realizada a Festa do Peão, incluindo shows e o prato típico "Leitoa Desossada", assada inteira e recheada com farofa, carne ou arroz tropeiro.




A Doces Xodó está em São Jorge do Patrocínio produzindo doces de leite, leite com chocolate, leite com coco, com ameixa, abóbora com coco, goiaba, banana, morango e doce de uva. O município tem 16 indústrias e 146 empresas comerciais. Na cidade são 2.060 imóveis residenciais.




São Jorge do Patrocínio não tem emissora de rádio e nem agências da Caixa ou Banco do Brasil. Também não tem hotéis ou pousadas. A economia é baseada na produção de frangos, na criação de bois e turismo. No turismo o Rio Paracaí atrai pessoas para a prática do canoismo em sua descida rumo ao Rio Paraná e Parque Nacional de Ilha Grande. A maior área agrícola é destinada ao café (388 ha). Soja ocupa 215 ha.




A Paróquia Imaculada Conceição pertence a Diocese de Umuarama.



voltar