23/10/2021 - JESUÍTAS -

Jesuítas: museu do rádio e ruas com nomes religiosos



A cidade de Jesuítas está localizada a 128 quilômetros de Campo Mourão, via Goioerê. Pertence a microrregião de Toledo. Pelo censo realizado em 2010, o município estava com 9.001 habitantes, dos quais 2.931 na área rural. Na estimativa feita em 2021, caiu para 8.251 moradores. Quem nasce ou mora na localidade é denominado de "jesuitense".




Jesuítas começou a surgir no final dos anos 50. Os primeiros moradores foram atraídos pela madeira. Também se destacou no plantio de café. Até 1962, foi distrito de Formosa do Oeste. A Lei de emancipação é de 1980, e o primeiro prefeito foi eleito em 1982. O nome é uma homenagem aos padres jesuítas espanhóis. A partir do final do século 19, os padres iniciaram no Paraná, um trabalho de catequização envolvendo mais de cem mil índios. Os jesuítas eram membros da Companhia de Jesus, ordem religiosa fundada por Inácio de Loyola (1491-1556).




Jesuítas é uma cidade bem arborizada. A taxa de escolarização de crianças entre 6 a 14 anos é de 98 por cento. Em PIB per capita ocupa a posição 79. Vinte por cento da cidade conta com rede coletora de esgoto. A principal riqueza do município está na cultura da soja (13.740) e na produção de frangos. A cidade conta com indústria de rações da Copacol. Vários agricultores também plantam café. O município tem um viveiro com mudas de alto padrão.




Jesuítas conta com cerca de 3.100 imóveis residenciais na área urbana e outros 800 na zona rural. O município possui 300 empresas comerciais e de prestação de serviços e 50 indústrias. Tem Banco do Brasil, mas a cidade não é atendida pela Caixa Econômica Federal. Possui uma emissora de rádio.




No cruzamento das Avenidas Anchieta (principal) e Santo Inácio (da igreja matriz), tem a chamada "Pracinha da Rotatória". É um dos pontos de encontro da população. Uma curiosiade é que quase todas ruas e avenidas têm nomes de Papas, santos e padres. A cidade adota o sistema em que algumas ruas são de mão única.




Jesuítas é um dos poucos municípios brasileiros com Museu do Rádio. Tudo começou em 2015, com a morte de José Costa, fundador da Rádio Vale Verde FM. A esposa decidiu criar um espaço para abrigar as centenas de peças que compõem a coleção de equipamentos e gravações que estavam em casa. Em novembro de 2017, Helena Miuara inaugurava o Museu do Rádio José Costa, no mesmo terreno da emissora. Com mais de 500 peças, o acervo aumenta a cada semana com doações oriundas de proprietários de rádios de todo o Brasil.




O aniversário de Jesuítas é comemorado no dia 13 de maio. Geralmente as festividades acontecem ao ar livre no centro da cidade e também no salão da igreja matriz, e incluem shows, bolo e o prato típico "Leitão na Grelha", além de Missa em Ação de Graças.




O setor cultural de Jesuítas é bem diversificado. Mais de 400 alunos estão matriculados na Casa da Cultura. São oferecidas aulas de bateria, dança, desenho artístico, ginástica rítmica, judô, capoeira, teclado, violão, musicalização infantil e o coral. O Coral Infanto Juvenil também ensaia coreografias para cada canção, o que permite apresentações especiais. No município a Copacol apoia um Festival de Cultura e Arte. Em setembro a Associação Comercial promove o concurso "Garota do Comércio". Em outubro ou novembro é realizado o Festival de Música.




O Estádio Municipal José Ermelindo Ranucci, mais conhecido por "Zicão", é de dar inveja às cidades bem maiores. O sistema de iluminação foi instalado recentemente com apoio da Itaipú Bi-Nacional.




O Ginásio de Esportes "São Silvestre" é palco das mais variadas competições. A equipe local de futsal é considerada uma das melhores da região Oeste do Paraná, e a prefeitura promove um campeonato municipal da categoria. O volei feminino e atletismo são outros destaques do município.




A maior parte das viagens a partir da rodoviária de Jesuítas é para Toledo, Cascavel e Curitiba. Jesuítas possui um hospital público administrado pela Associação Beneficente de Saúde




A Paróquia Santo Inácio de Loyola pertence a Diocese de Toledo. Ao lado e aos fundos tem um pequeno bosque. A Paróquia foi criada em julho de 1966.


[ voltar ]