10/12/2021 - SÃO SEBASTIÃO DA AMOREIRA -

São Sebastião da Amoreira: o Santo saiu vitorioso!



São Sebastião da Amoreira é uma cidade que integra a microrregião de Assaí. Faz parte do chamado "Norte Pioneiro do Paraná". Está localizada a 247 quilômetros de Campo Mourão. No censo realizado pelo IBGE em 2010, tinha 8.626 habitantes, dos quais 1.033 na área rural. Na estimativa feita em 2020, subiu para 8.865 moradores.




A comunidade começou a ser formada após a criação do município de Assaí. O rápido desenvolvimento de Assaí provocou o surgimento de núcleos habitacionais. Um deles foi a Fazenda Três Barras. O sucesso do café fez a população aumentar. Não era mais uma fazenda e os proprietários mudaram o nome para "Amoreira". Na época existiam muitas árvores com a fruta silvestre conhecida como "amora". São Sebastião foi definido como padroeiro e não durou muito tempo para o local ser conhecido por "São Sebastião da Amoreira". Em 1947, a vila foi elevada à condição de distrito de Assaí. Em 1951, ganhou a condição de município.




A escolha do nome não foi tão simples quanto parece. No histórico 14 dezembro de 1951, ao se tornar município, o então distrito voltou a se chamar apenas "Amoreira". Foi uma polêmica. O município só voltou a ser denominado como São Sebastião da Amoreira, em 1964, através de uma lei municipal. Dizem por lá que São Sebastião saiu vitorioso. Em fevereiro o padroeiro São Sebastião é homenageado com grande festa.




Quem nasce ou mora em São Sebastião da Amoreira é chamado de "amoreirense". Apenas 3 por cento dos imóveis da cidade contam com rede coletora de esgoto. O índice de alfabetização de crianças de 6 a 14 anos é de 99 por cento. Em PIB per capita o município ocupa a posição 310 entre os 399 do Paraná.




Na área urbana, São Sebastião da Amoreira tem cerca de 3 mil imóveis residenciais. O total de empresas comerciais e de prestação de serviços é de 260. No cadastro do município, 55 empresas constam como do setor industrial. A cidade não tem agências da Caixa ou Banco do Brasil, mas oferece atendimento de outras instituições como o Itaú.




Na agricultura o destaque fica para soja que ocupa uma área de 13.450 hectares. Na sequencia aparece o trigo com 7.200 ha. O milho é plantado em 5.700 ha e a cana de açúcar ocupa 2.080 ha. O município também tem uma boa produção de frutas. O rebanho bovino é de 2.600 cabeças. Os agricultores são atendidos pela Cocamar e Belagrícola (foto). A Belagrícola não é uma cooperativa, mas uma empresa fundada em 1985, em Bela Vista do Paraíso e hoje é um dos maiores distribuidores de insumos e na comercialização de grãos do Paraná. Em 2008, a sede administrativa foi transferida para Londrina.




O aniversário de São Sebastião da Amoreira é comemorado no dia 14 de novembro. Geralmente as festas acontecem no Centro de Eventos. As festividades incluem o Rodeio Fest Amoreira e shows com cantores de renome nacional como Bruno e Barreto.




Mas durante a nossa visita em novembro de 2021, percebemos que o espaço também conhecido por "Prainha" e que abrigou grandes eventos está abandonado. O parque, que inclui um lago estava com o mato bastante alto, os quiosques quebrados e alguns até caindo.




Ficamos surpresos com a situação do Centro de Eventos e também do parque. Um morador contou que o local já chegou a receber 5 mil pessoas, mas há algum tempo não é utilizado. Disse até que "coisas" foram furtadas do local, inclusive cabos de cobre. Outro morador informou que o município passa por dificuldades financeiras e que nos últimos anos a prefeitura decidiu investir em obras e ações de maior urgência.




Recentemente a prefeitura de São Sebastião Amoreira inaugurou na área central a Praça da Bíblia. Alguns pessoas disseram que essa praça deveria ter sido construída no terreno do Centro de Eventos e Parque Municipal, como forma de começar a recuperação daquele espaço.




A praça principal de São Sebastião da Amoreira é a "Geremias Lunardelli". É o local de encontro dos moradores. A praça é como se fosse uma rotatória em forma de quadrilátero. É o ponto mais central da cidade. No mesmo espaço da praça estão a Igreja Matriz e a estação rodoviária.




O Ginásio de Esportes "Sargento Jorge de Oliveira", é conhecido como "Sargentão". Ficou oito anos interditado e foi reinaugurado após uma completa revitalização.




O Estádio Municipal é denominado de "Clovis Negreiros". Um dos momentos históricos do estádio foi um jogo entre atletas da cidade e a equipe de veteranos do Palmeiras. Pelo Verdão estiveram em campo ídolos como o goleiro Borracha, Pires, Manga, Gerson Caçapa, Esquerdinha, Alfredo Mostarda e Edú Bala. A disputa aconteceu em 2011 e o Palmeiras ganhou de 7 a 1.




Em dezembro de 2019, os moradores de São Sebastião da Amoreira ficarm assustados. A população escutou um forte barulho e depois tudo tremeu. Um estudo foi feito sobre o caso pelo Centro de Sismologia da Universidade Estadual de São Paulo. Confirmou um pequeno tremor de terra no município. As causas do fenômeno ainda não foram esclarecidas.




A Paróquia São Sebastião pertence a Diocese de Cornélio Procópio. A instalação aconteceu em 1958.


[ voltar ]