17/12/2021 - ABATIÁ -

Abatiá: cidade que surgiu no auge do café



Abatiá é uma cidade localizada a 308 quilômetros de Campo Mourão. Pertence a microrregião de Cornélio Procópio. Pelo censo realizado em 2010, o município estava com 7.764 habitantes, dos quais 2.032 na área rural. Na estimativa de 2021, caiu para 7.360 moradores. Abatiá na lingua Tupi significa "grão de milho". Quem nasce ou mora na localidade é denominado de "abatiense".




A história registra que Abatiá começou a se transformar em um povoado em 1925. Os primeiros moradores deram o nome de Lageado. Em seguida a comunidade passou a ser conhecida como "Carvalhópolis". Foi para homenagear João Carvalho, que é retratado como primeiro habitante do local. As famílias foram sendo atraídas pelas terras férteis para o plantio de café. Em 1936, Carvalhópolis foi elevado a condição de distrito de Santo Antonio da Platina. O nome voltou a ser Lageado. Só que a população não gostou, e em 1943, por decreto do Governo Estadual, a localidade passou a se chamar Abatiá. A emancipação foi assinada em 10 de outubro de 1947, pelo então governador Moisés Lupion. O fim da era de ouro do café, prejudicou o desenvolvimento do município.




Em Abatiá, tem um centro esportivo denominado "Tião Abatiá" (foto acima). Muitas pessoas questionam sobre qual a ligação da cidade de Abatiá com o jogador Tião Abatiá, ídolo do Coritiba nos anos 70. Alguns acham que o nome da cidade é em homenagem ao centroavante. Na verdade o jogador do Coritiba, Sebastião José Ferri, nasceu em Abatiá, no dia 20 de janeiro de 1945, dois anos antes da emancipação. Ele ganhou o apelido nos anos 60, quando começou a jogar futebol pelos times de Cambará e União Bandeirantes. Era chamado de "Tião de Abatiá", mais tarde encurtaram o apelido. Tião Abatiá faleceu aos 71 anos, no dia 16 de agosto de 2016. Foi velado e sepultado em sua cidade Natal.




O sistema de distribuição de água encanada e rede de esgoto na cidade de Abatiá não é da Sanepar. É um serviço autônomo municipal administrado pela prefeitura. Trinta por cento dos imóveis estão ligados a rede coletora de esgoto. A taxa de escolarização de crianças de 6 a 14 anos é de 96,5 por cento. A mortalidade infantil é considerada alta, com índice de 33,9 por mil nascidos vivos.




Em PIB per capita Abatiá ocupa a posição 321 entre os 399 municípios do Paraná. A principal riqueza do município é a soja com 10 mil e 500 hectares. O milho é plantado em 9.800 ha e o trigo em 3.600 ha. A cana de açucar ocupa 520 hectares e o café é cultivado em 460 hectares. O rebanho bovino é de 14 mil cabeças. Destaque também para a criação de frangos, o plantio de feijão e a produção de 3.400 toneladas anuais de banana.




Abatiá tem 186 empresas comerciais e de prestação de serviços e 14 empresas consideradas como do setor industrial. Na área urbana são 2.360 imóveis residenciais. Outras 650 moradias estão localizadas na área rural. A cidade tem agência do Banco do Brasil, mas não possui unidade da Caixa Econômica Federal. Em Abatiá algumas ruas são de mão única.




O aniversário de Abatiá é comemorado no dia 17 de outubro. Uma festa tradicional no município é a Festa do Peão. Um dos destaques culturais da cidade é o Coral Municipal. Em outubro de 2016, um temporal atingiu a cidade. O vendaval ocorreu no momento em que acontecia o a Festa. Além de casas e estabelecimentos comerciais que ficaram danificados, o temporal também destruiu a estrutura da Arena do Parque de Exposições. Duas pessoas ficaram feridas.




Parque de Exposições de Abatiá, que teve a estrutura e arena de rodeio destruídas pelo temporal em outubro de 2016. As arquibancadas da arena são montadas com estrutura metálica por ocasião dos eventos. Outros feriados no município são para comemorar a Padroeira Nossa Senhora Aparecida em 12 de outubro e da Imaculada Conceição em 8 de dezembro.




O local de encontro dos moradores de Abatiá é a Praça Carvalhópolis. Está situada perto da Igreja Matriz e da Prefeitura. Fica numa posição de 2 a até 3 metros de altura em relação ao nível da Avenida João Carvalho de Mello, a principal da cidade. Assim, para entrar na praça por esse lado é preciso subir escadas. Em uma das extremidades a rua lateral foi transformada em calçadão e passou a fazer parte da praça.




Abatiá tem Hospital Municipal (Santa Casa). Funciona em um prédio construído em 1951. Na época abrigava o "posto de higiene". O espaço foi adaptado e ampliado para o funcionamento do hospital. A cidade também conta com Lar dos Velhinhos, denominado "São Francisco de Assis".




A Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Abatiá foi criada em dezembro de 1954. Pertence a Diocese de Jacarezinho.




Em Abatiá, saída para Ribeirão do Pinhal e Santo Antônio da Platina, tem uma capela que chama muito a atenção por quem passa pela rodovia.


[ voltar ]